.............................................................................................................................................................


Notícias e Artigos

28/12/2004 - STJ inicia 2005 com prateleiras vazias
Notícia do STJ

Limparam tudo. Os 157 servidores envolvidos no recebimento, autuação, classificação e encaminhamento dos processos no Superior Tribunal de Justiça (STJ) comemoram a concretização da meta traçada para 2004. Dos 45 mil processos atrasados que se acumulavam no depósito do Tribunal até o início da gestão do ministro Vidigal, restaram apenas os processos recebidos no dia. Resultado: prateleiras vazias.

Entre 1998 e 2004, porém, o cenário era bem diferente. Ora por falta de pessoal ora refém de uma sistemática de trabalho ineficaz, o acúmulo de processos foi realidade no STJ. Problema que criava obstáculos em todos os aspectos de trabalho. "Havia muita dificuldade em encontrar um processo. Chegava a passar uma semana atrás de algum", expõe o servidor José Lopes.

O início da gestão do ministro Vidigal marcou uma preocupação em traçar planos de ação a fim de melhor adequar a sistemática empregada pelas subsecretarias de Autuação, Classificação e Encaminhamento de Processos. Para isso, uma nova proposta designou a separação dos processos recebidos em três sessões, segundo a classe tratada: recurso especial, agravo de instrumento e os processos originários no STJ somados àqueles não incluídos anteriormente.

Por meio dessa descentralização, as sessões tornaram-se responsáveis por todo curso do processo. Mudança que atribuiu maior poder e responsabilidade a suas chefias e gerou incentivo a uma maior especialização da equipe. A nova dinâmica estendeu, também, o contato dos gabinetes a um número maior de servidores.

Além disso, houve a contratação de 62 funcionários a fim de minar as faltas que geravam acumulação de processos. "Isso ocorria devido à falta de pessoal. Hoje, há um equilíbrio muito maior e o trabalho vem fluindo", comenta a subsecretária da divisão, Maria Aparecida do Espírito Santo.

No dia 30 de outubro deste ano, o Plano de Ação que visava acabar integralmente com o acúmulo de processos concretizou-se. Expectativa correspondida que trouxe orgulho a todos os servidores envolvidos. Elogiados, comemoram o resultado do trabalho agora materializado. Investimento em qualidade que agora ganhou contornos de missão cumprida.

E os desafios para 2005? "Trocar a apreensão advinda da quantidade de processos acumulados pela qualidade do nosso trabalho", responde a secretária Judiciária do Tribunal, Rosângela Silva. Para ela, o empenho do setor agora encontrou novos focos. "Imprimir todo o esforço a fim de garantir a qualidade da autuação dos processos no STJ. A meta é aperfeiçoar nosso trabalho de modo a servir os gabinetes da maneira mais eficiente possível."

Isabel Tarrisse
(61) 319-8593




Afonso Advogados Associados | Mapa de Localização | Notícias| Integrantes | Contatos

© Copyright 2004 - Afonso Advogados Associados- Todos os direitos reservados.