Veja aqui tudo o que você precisa saber antes de implantar o teletrabalho em sua empresa

Atualmente, vivemos uma fase de transição no mundo do trabalho. Com o avanço da tecnologia as relações trabalhistas se modificam, e se por um lado essa transição traz inovações capazes de simplificar a vida humana, por outro ela é acompanhada de desafios, aos quais precisamos nos adaptar.

Entre estas mudanças temos uma das grandes tendências atuais, a popularização do teletrabalho: o trabalho realizado longe da empresa. Com essa novidade, surgem novas oportunidades e também novos desafios.

Com a recente pandemia do novo coronavírus, essa modalidade de trabalho se mostrou uma aliada importante das empresas, possibilitando a realização do trabalho ao mesmo tempo em que assegura a saúde dos empregados.

Veja aqui tudo o que você precisa saber antes de implantar o teletrabalho em sua empresa. Tenha uma ótima leitura!

O que é teletrabalho?

O teletrabalho é uma modalidade de trabalho realizada fora das dependências do empregador. Para que isso possa acontecer, o teletrabalho envolve o uso de equipamentos e sistemas tecnológicos que facilitam a comunicação, como computadores e celulares conectados a plataformas digitais, e-mail, Whatsapp, entre outros.

Essa modalidade de trabalho não é necessariamente executada no domicílio do empregado (home office), podendo também ser executada em centros compartilhados de trabalho, providenciados pela própria empresa, os chamados telecentros. Porém, diante do atual momento de crise de saúde pública causada pelo novo coronavírus, o uso de espaços compartilhados de trabalho não é recomendado.

Vantagens do teletrabalho

Uma das principais vantagens do teletrabalho para os empregadores é a diminuição de custos operacionais. Pesquisas indicam que a implementação do teletrabalho produz uma redução de custos de pelo menos 40%. As principais economias referem-se a contas de luz, telefone, aluguel, limpeza, IPTU, entre outros. 

Há vantagens que impactam tanto o empregador quanto o empregado também, como o aumento da disponibilidade de tempo do funcionário para com a empresa, uma vez que elimina-se ou diminui-se o gasto de tempo com deslocamentos.

Além disso, há indícios de que o teletrabalho é responsável pelo aumento de produtividade: um estudo conduzido na Universidade de Stanford demonstrou um aumento de 13% da produtividade dos funcionários que trabalham remotamente. Mas, além das oportunidades e benefícios, existem obstáculos a serem superados.

Desafios do teletrabalho

Apesar de apresentar vantagens muito atrativas, o teletrabalho traz consigo seus desafios. Dentre os principais obstáculos da implementação do teletrabalho, destacamos a dificuldade de controlar o trabalho dos colaboradores, pois por lei o empregador é obrigado a respeitar a privacidade do empregado, impedindo a vigilância por dispositivos de vídeo, por exemplo.

Outra questão legal é que o empregador deve fornecer todos os equipamentos ergonômicos necessários – e muitas vezes também aqueles essenciais para a realização do serviço, como computadores e celulares – assim como de ser responsável pela fiscalização de que as pausas de intervalo estão sendo cumpridas.

Entretanto, tendo em vista os diversos sistemas online disponíveis atualmente, é muito fácil fiscalizar a jornada do teletrabalhador por meio do controle dos acessos e logins nas redes das empresas.

Em relação ao equipamento de trabalho, o contrato de trabalho é que define de quem é a responsabilidade. A única disposição específica da lei é que se os equipamentos forem fornecidos pelo empregador, eles não podem ser considerados como remuneração do empregado.

Considerações finais

O teletrabalho tem despontado como a tendência do trabalho no século XXI. Dentre suas vantagens mais atraentes, constam a redução de custos operacionais, o aumento de produtividade e o fortalecimento da boa imagem empresarial, uma vez que a modalidade é bem vista pelos empregados e pelo mercado.

Porém, para que o teletrabalho seja efetivo, ele deve ser bem planejado e gerido. Além disso, esta modalidade deverá ser formalizada no contrato de trabalho. Assim, é possível assegurar o controle e aumento da produtividade.

E você, já implementa o teletrabalho na sua empresa? Se sim, tem tido bons resultados? Mas, se você ainda não implementou, agora já sabe quais são as vantagens e desafios, e está pronto para colocar em prática! Aproveite para compartilhar o conteúdo em suas redes sociais, e ajudar outros empreendedores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Configurações de privacidade
Usamos cookies para melhorar sua experiência ao usar nosso site. Se estiver usando nossos Serviços por meio de um navegador, você pode restringir, bloquear ou remover cookies nas configurações do seu navegador. Também usamos conteúdo e scripts de terceiros que podem usar tecnologias de rastreamento. Você pode fornecer seu consentimento seletivamente abaixo para permitir tais incorporações de terceiros. Para obter informações completas sobre os cookies que usamos, dados que coletamos e como os processamos, consulte nosso Política de Privacidade
Youtube
Consentimento para exibir conteúdo de - Youtube
Vimeo
Consentimento para exibir conteúdo de - Vimeo
Google Maps
Consentimento para exibir conteúdo de - Google
Spotify
Consentimento para exibir conteúdo de - Spotify
Sound Cloud
Consentimento para exibir conteúdo de - Sound